Trajetória!

Minha trajetória até aqui, não foi fácil….

….quase morri, venci inúmeras vezes, chorei, dei risada, dei conselhos e colecionei cicatrizes!
Minhas cicatrizes contam histórias e memórias! Elas me lembram da minha força, resiliência e superação!
E sigo aqui, lutando para vencer mais uma batalha….

Tem dias que acordo com olheiras, com cara de cansada de quem teve que acordar de madrugada para tomar o antibiótico. As vezes no meio do dia, tiro um cochilo, pois a medicação da um soninho bom…
Não tem sido dias muito bons; os antibióticos, seis por dia estão dando trabalho ao estômago.

Ainda tem a hora que é muito chata.
De retirar a sujeira que está entre a pele e o osso na cabeça. Mas, já estou acostumando…. Na terça feira próxima, os médicos vão analisar, se esta dando certo ✔
Eu agradeço por todas a mensagens positivas que tenho recebido. Vcs são demais.
Deus tem me dado forças, para seguir um dia de cada vez!
Meu marido, tem sido um cara fantástico, muito carinhoso para fazer a colocação do remédio lá dentro!
Obrigada por tudo! Te amo!

Segredo?

Quando você estuda medicina, são vários anos de residência…. R1, R2, R3, R4 e R5.
Mas quando você é a paciente, passou por tantos procedimentos, tantas cirurgias como deve ser o nome?
No meu caso, devo ser paciente R5 né?

Enfim, vamos para mais uma etapa que ainda não conheço. Mas, vou precisar do meu ajudante que ha 7 anos cuida de mim! Meu marido é meu enfermeiro quando preciso rs!
Ele vai colocar um gelzinho dentro da minha minha cabeça, com ajuda de uma (seringa própria para esse uso), para que o gel entre na pele e no osso, para ajudar na cicatrização.

A cicatrização comigo, sempre foi um caso sério. Não tenho Diabetes, só pressão alta. Toda cirurgia, foi a mesma coisa.
Os médicos, eu e meu enfermeiro favorito (Ro) vamos lutar para que isso acabe logo.
Até aqui, tudo bem…. Mas o repouso é pra mim é de “lascar”!!! (vou fazer certinho)
Mas, vamos seguindo firme na direção do fim do tratamento, sem cortar etapas e aprendendo com o decorrer da da vida!

Sabe o segredo? É acreditar! Mesmo diante dos problemas “sorria” mostre aos seus problemas que você é mais forte que eles!

E o melhor disso tudo? São vocês que estão aí, torcendo e vibrando comigo a cada vitória que conto aqui! MUITO OBRIGADA!
Já já vai ter outra!

Mulheres!

Feliz dia das mulheres!
Um parabéns especial a todas que tiveram o Avc e Avch!

Sabe de uma coisa que tenho orgulho? É de ser mulher!
Eu sobrevivi a quatro aneurismas, e mostro para todas, que podemos ter uma vida normal, mesmo com as limitações que a doença nos deixou. Fazendo oque precisa ser feito, fisio, fono, terapia ocupacional entre outros…vai pra cima disso tudo, e mostra a tua força!

Frágil por ter tido o Avch? Não! Eu continuo lutando todos os dias, para que consiga superar e incentivar a TODAS as mulheres que tem alguma deficiência, a se olhar com mais carinho!

Cada mulher sabe da força que tem!
Você é GIGANTE! Não se esconda! Nunca duvide de você! Você tem potencial, independente das suas limitações!

Você venceu muitas batalhas, não deixe que apaguem você!
Eu vou continuar sendo um furacão com sede de vida!! Eu nunca desisti de mim, mesmo com muitos obstáculos. Eu me fortaleci com cada um eles.

Só eu sei onde eu posso chegar, não aceito nada que não seja o melhor pra mim!
Confie em vc!!
Feliz dia da mulheres ‘MANAS’

  • sigo feliz e careca seguindo ordens médicas!

E vamos juntos!

Hoje vim aqui falar sobre superar…. Superei barreiras, superei metas, superei a mim mesma, superei limites que me disseram que que eu não iria superar!

Rodrigo- Marido

A última cirurgia que fiz, era para retirar uma placa e um parafuso. Ontem foi o dia de tirar os pontos. A médica avaliou e pediu para enfermeira tirar alguns; mas ela tirou mais do que era para ser tirado. Até então, estava de boa, tranquila. A médica, aumentou os dias do antibiótico e vim pra casa.

Quando cheguei do hospital, tomei banho e olhei no espelho; um dos pontos que a enfermeira tinha tirado a mais, abriu.
Na hora liguei chorando pro Rodrigo que tinha saído a menos de meia hora , ele voltou pra me levar ao hospital….. fui atendida, o médico me explicou oque tinha acontecido, pediu para eu voltar pra casa, ficar quieta, e voltar na terça-feira para que a equipe analisasse


Ah, não foi a primeira vez que aconteceu isso. Os pontos cirúrgicos não são meus melhores (amigos) ja tive que refazer cirurgia por causa deles.

Hoje, quando o Ro foi raspar minha cabeça, eu fiquei muito triste quando pensei (eu fiz tudo certo, fiz o repouso certinho e agora?) Ele respondeu: – calma, Deus quer que você tenha paciência, coisa que você nunca teve. Amor, aprenda a ter isso! Eu vou estar aqui!

Enquanto eu chorava debaixo do chuveiro, eu ouvi a maquinininha de cabelo ligada. Olhei pro Ro, ele estava raspando a cabeça e eu perguntei (porque está raspando?) Ele respondeu (pra ficar igual a você)!

E vamos juntos, superamos mais um capítulo da nossa história……

Espera

Facil dizer….. mas é difícil conseguir!

Ultimamente, tenho que aceitar, aprender e enfrentar! Não é pra qualquer pessoa não!
Eu sou muito ativa, odeio ficar parada no sofá ou na cama.
Sempre fui uma pessoa que gosta de ter o controle sobre tudo. Mas por esses dias, desde quando saí do hospital estou bem de boa sem fazer muita (estripulia)

Eu tenho muita, muita dificuldade em pedir ajuda. Tenho dificuldade em aceitar que ainda não posso fazer as coisas, antes da retirada dos pontos. Mas, as seis cirurgias, me ensinaram muito sobre esperar.

Aprendi a me olhar de uma maneira diferente, com mais amor! Quando me olho no espelho sinto orgulho do due vejo; eu falo comigo me olhando no espelho (eu tô aqui, conte comigo).
Faça do ato de se elogiar, um ato de amor para você mesma.

Eu tenho a certeza de quanto abençoado sou, por estar vivendo, cheias de marcas na cabeça, pois elas são lindas e incríveis; todas elas tem uma história de vida e determinação!

Muito obrigada a cada um de vocês que tem mandado boas vibrações (vocês são muito importantes pra mim). Em especial ao meu marido e meu filho, que tem me ajudado a enfrentar essas dias limpando e cozinhando pra mim!

….porque amanhã é dia de ver o médico e torcer para que ele tire os pontos!

Chamei Deus

Hospital da PUC

Quando as coisas ficaram difíceis; eu entrelacei minhas mãos uma na outra e chamei Deus!
Chamei, para que ELE ficasse comigo a todo momento que estivesse no hospital.


Ficar no hospital é triste, sentimos dor, não vemos a família por alguns dias, por causa da pandemia….
Eu sempre soube que não estaria sozinha, mas descobri força que existe dentro de mim neste últimos anos não me deixa fraquejar.

Decidi postar essa foto hoje, pois já me sinto muito bem depois da cirurgia! Este desenho está pintado um um dos corredores do hospital da hospital!
Obrigado mais uma vez os aos médicos da PUC!

E sigo abraçando minhas transformações!

Foto tirada pelo marido!

Agradecimento!

Quero agradecer a todos que mandaram energias, que oraram, que mandaram mensagens, zap, email, ligação…. eu não esperava tanto carinho! Fiquei muito feliz

Nós que tivemos Avc ou Avch, no começo não sabemos oque fazer, com quem vamos conversar sobre o assunto e a doença. Até que conheci os grupos de apoio das redes sociais!
Estou nos grupos há 7 anos….. conheci pessoas que tiveram o Avch, e nós nos falamos todo dia
Quando alguém tem consulta ou faz algum procedimento cicurgico, sempre queremos saber notícias do amigo(a), ficamos preocupados, pois lá, todos nós passamos pela mesma doença. O grupo é para trocar experiências, vitórias e para conversar com chamadas de vídeo (assim parece que o amigo está mais próximo, tem amor)

Meu marido ficou com meu celular no dia da cirurgia; quando ele me devolveu o celular, disse : “quanto carinho que você transmiti para as pessoas, continue amor, vc é foda!”

Consegui responder um pouco, mas prometo responder todas!

Agora é minha vez de agradecer tanto carinho que tenho recebido! Eu não esperava tantas mensagens de (volta logo Dani. Fica quietinha. Come bem. Que Deus te proteja. Boa recuperação.


Mas a que mais me marcou foi : “vc precisa dançar We Are the Champions da Roberta!” Ela, mesmo longe parecia que estava aqui do lado! Sem dizer a Poliana que todos os dias mandava mensagens com muito carinho!O Cris o Batista e a Renatinha me animando todos os dias! Eu amo vcs.
São tantas as pessoas que me cercam que não vou conseguir colocar todos aqui…. se esta lendo isso, e vc faz parte do meu mundo e da minha vida, MUITO OBRIGADA!

Depois do Avch, muitas amizades são destruídas. Seu grande amigo(a) muitas vezes não vai querer sair com você, e nem ao menos te visitar. Mas, hoje temos a Internet que tem grupos de apoio, e de lá, saem grandes amizades!
Eu conheci inúmeras pessoas. Já conheci algumas pessoalmente; a última foi o Marcos. Um homem que esta na luta da recuperação!
Também sou louca para conhecer a Desmiolada!!! (eu vou te apertar muito viu rs!)
Eu tô emocionada em poder escrever e sentir tanto carinho e gratidão, por vocês amigos que tiveram o Avc ou Avch.

Eu vou continuar meu trabalho que tem crescido cada vez mais!
E eu, to aqui para te ajudar, conversar, vibrar com suas vitórias e chorar também! Você não está sozinho! Essa sempre foi a minha frase de quando eu comecei a 7 anos atrás!
Estou contigo!
Amo receber vídeos mostrando seu andar, ou (Dani, hoje fiz xixi no vaso, eu consegui, consegui andar alguns metros, consegui formar uma frase inteira, por causa da afasia e a pessoa me manda um áudio me dando bom dia falando… )
Eu me emociono muito e choro aqui vendo isso, essa é a minha missão… posso dizer assim!
A vivência do Avch não é fácil…. eu aprendi muito com a doença 🙏👍

Hoje digo a vocês…. meu meu nome é Daniela, e eu sobrevivi!

Maridão, Rodrigo

E de tudo oque eu passei por alguns dias, eu não estava sozinha

Meu marido ❤

Ele estava comigo o tempo todo! Quando voltei pro quarto depois da cirurgia, ele já estava lá!
Com cara de cansado, perguntando se eu estava com dor, se eu queria fazer xixi, se queria tomar banho, se eu estava com fome (por que ele estava rs)

Ele esteve nos piores e melhores momentos desde o início comigo; hoje passamos por isso com mais confiança, coragem, cumplicidade e amor!
Antes do Ro ser meu marido, ele meu melhor amigo!

Sempre me emociono quando lembro de tudo oque vivi com ele; amigos virando as costas, familiares que não acreditavam na minha recuperação (leva ela pra mãe dela, você tem a vida inteira pela frente) Mas ele, o “homão da ‘P’ estava lá, pra limpar o meu “bumbum” e me dar comida na boca, quando eu mais precisei; ele estava lá, para me ensinar tudo de novo!

Quando o sofrimento é compartilhado, com quem a gente ama, fica mais fácil
Eu devo a minha vida e a minha recuperação a ele

🎶 ….a gente vive junto, a a gente se dá bem! Não desejamos mal, a quase ninguém
E a gente vai à luta, e conhece a dor…. 🎶

Por fim, somos duas crianças grandes, que suspiram quando contamos nossa história para as pessoas!
Esperança, fé e amor! Essa é a receita!

FÉ!

Antes da minha cirurgia, já na cadeira pra ir pro centro cirurgico uma moça (paciente) me disse (ainda bem que o nosso é convênio né? Imagine se fosse Sus? Nós iamos operar vai saber quando)
Eu, delicada, respondi (olha, essa vai ser minha sétima cirurgia pelo Sus, e a minha foi agendada. Mas se surgir uma emergência, tudo bem, amanhã eu faço ué! Vou torcer para que eu e você, podemos ir embora logo
E a enfermeira já me levou pro centro cirurgico…

Todos os dias, costumo rezar antes do café da manhã; mas estando no hospital os horários ficam meio loucos.
Em uma das minhas orações na capela do hospital, olhei pro altar e pensei. – Agora, no centro cirurgico, tem pessoas lutando pela vida e médicos fazendo de tudo para salvar a vida de uma mãe, pai, filho, filha, avó, avô, irmão, irmã, amigo…. Que Deus esteja presente por lá!

Chegando lá, o dr me disse (vc esta atrasada Dani, eu estou brincando, e como vc esta?) Respondi, eu estou bem, mas cadê o dr Rui? Ainda não o vi. Logo ele chega, pergunta como estou, fez um carinho em minha testa enquanto conversávamos, a enfermeira pegou a veia, o dr me olhou e derrepente, durmi…

Deus está e esteve sempre a frente de tudo em minha vida. Antes da cirurgia, olho pra cima, e peço para que Deus esteja presente e que Ele guie a mão do médico

Fé, esperança, força e proteção!
Não enxergamos isso, mas podemos sentir e fazer bom proveito disso!
Acredite!

Obrigada mais uma vez Hospital da PUC e SUS! Por estar comigo mais uma vez!

  • Eu amei a foto que tirei na capela do hospital.

Hospital da PUC

Primeiramente, quero agradecer cada um de vocês que me mandaram boas energias, para que tudo desse certo; e deu!

Porque tive que fazer essa cirurgia? Tenho recebido muita essa pergunta….
A primeira clipagem que fiz, foi a 7 anos atrás.
As sequelas que tenho, foi do rompimento do aneurisma. Os anos se passaram, e há 2 anos atrás, o lado direito da cabeça começou a doer e sair uma secreção.
Estava próxima a fazer a colocação da prótese. Até que os médicos investigaram com exames e me disseram (vamos abrir a cabeça e olhar oque esta acontecendo)
Descobriram! Era um parafuso cirurgico e um pedacinho da prótese que estava dando rejeição; por isso doia.

Agora vou tomar os antibióticos em casa, e cuidar da cicatrização, tentar fazer o máximo de repouso.
Eu tenho muito respeito e amor por todos os médicos que cuidaram de mim, desde a primeira vez. Eu me emociono com o amor e comprometimento que os médicos, enfermeiros do hospital da PUC sempre tiveram comigo!
Esse é o Dr Marco Aurélio, neurologista que participou do minha cirurgia. Deixo aqui meu meu muito obrigada a todos os médicos da PUC que cuida e cuidaram da minha saúde!
Gratidao!

Dr. Marco Aurélio